Cel/Whats: (66) 9 9687-7993 | (66) 9 9619-3966

E-mail: redacao@mtnews.jor.br | facebook.com/mtnews



Econômicos e menos poluentes, carros elétricos ganham espaço e número de veículos cresce de 70 para 324 em MT em dois an

05/06/2019

Carros elétricos ou híbridos podem percorrer até 450 km estando 100% carregados

Subiu de 70 para 324 o número de carros elétricos em Mato Grosso nos últimos dois anos, de acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). As cidades com carros elétricos, até o momento, são Cuiabá, Rondonópolis e Várzea Grande.

Os carros elétricos ou híbridos são considerados menos poluentes e com baixo custo de manutenção. Dessa forma, são uma aposta para a economia e conservação do meio ambiente. De acordo com Gustavo Oliveira, presidente da Federação da Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), esses modelos ainda não são comercializados a preços tão populares. Entretanto, a expectativa é de que, nos próximos quatro anos, o valor pode ser comparado ao de um carro popular.

Um carro híbrido custa, em média, R$ 150 mil. "À medida que os componentes elétricos ficaram mais baratos, a tendência é que o valor do veículo também fique menor. Esperamos que até 2022, se tornem mais acessíveis", destacou.

Ainda segundo ele, o carro elétrico tem diversas vantagens. São elas: 90% das recargas pode ser feita em casa com tomada 110 e 220; 88% menos poluentes que os carros abastecidos combustíveis fósseis; São menos poluentes porque emitem menos resíduos; Não é preciso ter troca de óleo, nem de freio.

Além disso, já existe tecnologia de reciclagem de baterias, para quando estiverem desgastadas. Os carros elétricos podem percorrer até 450 km estando 100% carregados. "Eu gasto cerca de R$ 11 para percorrer 100 km", afirmou Gustavo.

A bateria tem garantia de fábrica de 8 anos. Isso significa que durante oito anos, não pode perder 20% da capacidade. Entretanto, alguns proprietários de Mato Grosso afirmam já terem usado o veículo por mais de cinco anos e registram queda de apenas 8% a 10% da capacidade.

Em Cuiabá, existem cerca de 12 postos de abastecimento. Sendo dois na sede da Fiemt e o restante nos shoppings. Entretanto, segundo Gustavo, a previsão é de que até o final deste ano, sejam instalados mais 10 postos, na capital.

Grupo de notícia Estado



Video publicitário

VIDEOS

Clima | Tempo

Jornal Impresso